top of page

Análise de átomos: nova arma da PF contra o tráfico de fauna no Amazonas

Atualizado: 29 de jun. de 2021

A Dra Juliana Machado Ferreira concedeu entrevista para a reportagem "Análise de átomos: nova arma da PF contra o tráfico de fauna no Amazonas" por Dimas Marques/Fauna News


A reportagem fala sobre como Identificar animais silvestres capturados ilegalmente na natureza dentro de criadouros autorizados, o qual sempre foi um desafio para os órgãos de fiscalização do poder público no Brasil.


Ao trecho da reportagem, destaca-se:


Para a bióloga Juliana Machado Ferreira, diretora executiva da ONG especializada no combate ao tráfico de fauna Freeland Brasil, análises com isótopos estáveis e testes a partir de DNA são os meios mais eficazes para investigar fraudes em criadouros e garantir o retorno dos animais às suas regiões de origem. "A utilização de testes de paternidade por análise de DNA, a inferência de origem também por DNA e a inferência de origem e diferenciação de animais criados em cativeiro dos coletados na natureza através das análises de isótopos estáveis são as técnicas mais sensíveis para detectarmos ilegalidades e realizarmos solturas tecnicamente responsáveis, assim como para identificarmos pontos de superexploração pelo tráfico, o que pode ajudar a direcionar recursos para o combate a esse crime", afirma ela.
Com doutorado em Genética, Juliana considera a existência do comércio legalizado de fauna uma porta de entrada para animais ilegais, assim como impõe ao poder público a necessidade de fiscalizar e diferenciar o legal do ilegal. "Atualmente, as formas de rastreabilidade de origem são muito falhas e as fraudes comuns e numerosas", salientou Juliana.

- Leia a reportagem completa em https://brasil.mongabay.com/2021/05/analise-de-atomos-nova-arma-da-pf-contra-o-trafico-de-fauna-no-amazonas/

https://www.uol.com.br/ecoa/colunas/noticias-da-floresta/2021/05/06/analise-de-atomos-nova-arma-da-pf-contra-o-trafico-de-fauna-no-amazonas.htm?cmpid=copiaecola

A Freeland Brasil é uma organização brasileira, sem fins lucrativos, cuja missão é a conservação da biodiversidade através do combate ao tráfico de espécies silvestres. A Freeland Brasil trabalha por um mundo sustentável e livre do tráfico de espécies silvestres. Nossa missão é a conservação da biodiversidade através do combate ao tráfico de espécies silvestres, usando uma abordagem de três pilares interdependentes: educação, capacitação e política.


A Freeland Brasil, fundada em 2012, é o braço sul-Americano da Freeland Global (freeland.org), uma respeitada organização internacional de combate ao tráfico de espécies silvestres e de pessoas. A Freeland Global trabalha com governos para proteger comunidades humanas e vida silvestre vulneráveis do crime organizado e da corrupção.

25 visualizações0 comentário
bottom of page