top of page

AS AÇÕES CONTRA O TRÁFICO DE FAUNA, NOTICIADAS NESTA QUINZENA, APREENDERAM MAIS DE 6500 ANIMAIS


Entre os dias 19 de Abril e 02 de Maio de 2021, as ações de combate ao tráfico de fauna divulgadas na mídia e por instituições governamentais, indicam que pelo menos 6542 animais silvestres foram alvo de atividades ilegais. Este número não reflete a totalidade dos animais traficados, uma vez que nem todas as notícias reportam detalhes sobre as apreensões. Das 40 ações registradas, seis não indicaram a quantidade de animais resgatados por espécie e 11 não fazem qualquer menção sobre as espécies. Por este motivo, adotamos “pelo menos” ou “ao menos” para descrever o número mínimo de animais e espécies. Do número mínimo apurado, pelo menos 536 eram animais já abatidos. 25 animais vieram a óbito como resultado dos maus tratos durante as atividades criminosas. Foram também apreendidos produtos de caça e pesca ilegais, como ovos e partes de animais, além de 46,3 Kg de carne e 13.446 Kg de pescado. O pirarucu foi a espécie mais frequente nas apreensões de peixes. No total de animais apreendidos, puderam ser identificadas ao menos 62 espécies da fauna silvestre, dentre as quais uma espécie exótica e uma exótica-invasora. Considerando os grandes grupos taxonômicos, a grande maioria dos animais (4000) é representada por uma espécie de invertebrado, o caranguejo-uçá (Ucides cordatus). Das 1836 as aves, 588 não tiveram suas espécies identificadas e outras 532 eram avoantes, também conhecidas como pombas-de-bando.


Neste período, 40 ações de combate ao tráfico de fauna decorreram em 19 estados brasileiros. As ações mobilizaram 61 unidades dos órgãos governamentais, totalizando R$ 5.766.769,99* em multas emitidas e a autuação de pelo menos 65* infratores.

AUTUANTES NAS APREENSÕES


Órgãos que atuaram em coordenação:


Operação Curupira:

Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), Polícia Militar - AL

Instituto do Meio Ambiente (IMA) - AL

Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) - AL


Operação Hórus:

Comando de Policiamento Ambiental, Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb) - AM

Companhia Independente de Policiamento com Cães (CipCães) - AM


3ª Companhia do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente, Polícia Militar - CE

Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) - CE

Força Tática (FT) - CE


Delegacia de Polícia Civil, Mantena - MG

18° Cia de Polícia Militar Independente, Mantena - MG

11º Batalhão de Polícia Militar, Barra de São Francisco - ES


Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) - PA

Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-Bio) - PA

Polícia Militar - PA


Polícia Militar, Araripina - PE

Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) - PE


Polícia Civil de Inhuma - PI

Polícia Civil de Valença - PI

Força Tática de Valença - PI

Canil do 4° Batalhão da Polícia Militar em Picos - PI


15º Batalhão da Polícia Militar, Duque de Caxias - RJ

Comando de Polícia Ambiental, Duque de Caxias - RJ

Caxias Presente


Operação Galeria:

Ministério Público - RS

Brigada Militar - RS


10º Batalhão de Polícia Militar - RS

4ª Pelotão de Maximiliano de Almeida - RS


Polícia Civil, Estância Velha - RS

Secretaria do Meio Ambiente Municipal, Estância Velha - RS


Polícia Civil, Delegacia Regional de Itabaiana - SE

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) - SE


Polícia Rodoviária Federal, Araraquara - SP

Polícia Militar Ambiental - SP


Polícia Militar Ambiental, Pirapozinho - SP

Polícia Civil, Pirapozinho - SP


Órgãos que atuaram de forma independente:


Base Fluvial Arpão, Batalhão Ambiental, Polícia Militar - AM

Batalhão de Policiamento Ambiental, Polícia Militar, Manaus - AM

Polícia Civil, Poções - BA

Polícia Civil - CE

Polícia Militar Ambiental, São José do Calçado - ES

Batalhão de Polícia Militar Ambiental, Cidade Ocidental - GO

Polícia Rodoviária Federal, Abadia de Goiás - GO

Polícia Rodoviária Federal, Caxias - MA

"Operação Semper in agro:

Batalhão de Polícia de Meio Ambiente, Polícia Militar, Unaí - MG"

Polícia Militar, Denise - MT

Companhia da Polícia Ambiental, Polícia Militar, São Raimundo Nonato - PI

3ª Companhia de Polícia Ambiental Ambiental - PB

Batalhão ROTAM - PR

BPAMB-FV, 2ª Companhia, 3º Pelotão, Polícia Militar, Apucarana - PR

Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente - RJ

Grupamento Marítimo e Fluvial, 7ª Unidade da Polícia Ambiental, Polícia Militar, Maricá - RJ

Polícia Rodoviária Federal, Grupo de Operações com Cães, Piraí - RJ

Patrulha Ambiental (PATRAM), Brigada Militar, Cruzeiro do Sul - RS

Polícia Civil, Joinville - SC

Polícia Rodoviária Federal, Guaramirim - SC

3º Batalhão, 2ª Companhia, Polícia Militar Ambiental, Pariquera-Açu - SP

Polícia Ambiental, Piracicaba - SP

Polícia Militar Ambiental, Cananéia - SP

Polícia Militar Ambiental, Paulicéia - SP

Polícia Militar Ambiental, Riolândia - SP

Polícia Militar, Várzea Paulista - SP


Esta edição do Observatório do Tráfico reúne as informações publicadas em plataformas digitais de notícias e com conteúdo aberto ao público, referentes a ações de combate ao tráfico ocorridas entre os dias 19 de Abril e 02 de Maio de 2021.


O Observatório do Tráfico faz um levantamento das ações de combate à coleta, manutenção, transporte e comércio ilegal de fauna silvestre no Brasil. Seu objetivo é contribuir para a conscientização sobre esse grave problema e também mostrar o trabalho intenso e incansável de diferentes instituições de fiscalização e aplicação da lei.


Os dados recolhidos pelo Observatório do Tráfico são das ações que foram noticiadas pela mídia e/ou pelos sites oficiais das instituições que realizaram as autuações. É importante ressaltar que muitos animais comercializados ilegalmente não são detectados e apreendidos. Além disso, nem todas as ações de combate ao tráfico de fauna são noticiadas e, portanto, acabam não sendo incluídas na compilação do Observatório.


* Como algumas notícias não informam a quantidade exata de animais apreendida por cada espécie, nossa estratégia de análise dos dados é conservadora e consideramos o número mínimo de animais e espécies envolvidas nas ações reportadas. A mesma estratégia é adotada para o cálculo do número total de infratores e valor total de multas emitidas.


O Observatório do Tráfico é uma iniciativa que integra o Projeto InfoTrafi da Freeland Brasil


Conceito e Coordenação | Nadia Moraes-Barros

| Juliana Machado Ferreira

Base de Dados | Railiane Abreu

Edição, Website e Mídias Sociais | Jana Monteiro

16 visualizações0 comentário
bottom of page