top of page

FREELAND e Transparência Internacional publicam relatório que revela quais são as práticas ilícitas que viabilizam o tráfico de animais silvestres no Brasil.

O estudo realizado pela Transparência Internacional Brasil, no âmbito de um projeto coordenado pela Freeland, identificou um conjunto de 24 atividades de fraude, corrupção e lavagem de dinheiro.


O relatório foi feito a partir da análise de diferentes casos e operações de combate ao tráfico de fauna no Brasil e traz uma lista de recomendações, entre elas a criação de uma estratégia nacional de combate ao tráfico de fauna, o fortalecimento dos órgãos ambientais e dos sistemas de controle de fauna e a mobilização de instrumentos anticorrupção e antilavagem.


O projeto coordenado pela Freeland, “Expandindo a Detecção, Investigação e Julgamento de Casos de Tráfico Transfronteiriço de Espécies Silvestres, através do Brasil e Argentina, enquanto Promove a Coordenação Transnacional”, tem o apoio financeiro do Departamento de Estado do governo norte americano, através do Gabinete de Assuntos Internacionais sobre Narcóticos e Aplicação da Lei (INL). Além da Transparência Internacional, a Freeland Brasil tem como parceiro neste projeto o IFAW (International Fund for Animal Welfare).


Para acessar o relatório clique na imagem abaixo


26 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page