top of page

O TRÁFICO NESTA QUINZENA: MAIS DE 1850 ANIMAIS, 1056 EM UMA ÚNICA APREENSÃO, 942 ERAM JABUTIS

Atualizado: 25 de mar. de 2021


Entre os dias 22 de Fevereiro e 07 de Março de 2021, as ações de combate ao tráfico de fauna, divulgadas na mídia e por instituições governamentais, indicam que pelo menos 1856 animais silvestres foram alvo de atividades ilegais. Este número não reflete a totalidade dos animais apreendidos, uma vez que nem todas as notícias reportam a quantidade de animais em cada apreensão. Por este motivo, adotamos “pelo menos” ou “ao menos” para descrever o número mínimo de animais contabilizados. Do número mínimo apurado, pelo menos sete eram animais já abatidos. Quatro vieram a óbito como resultado dos maus tratos durante as atividades criminosas. Foram também apreendidos 19.883 Kg de pescado e 295 Kg de carne de caça ilegais. No total de animais apreendidos, foram identificadas ao menos 58 espécies da fauna silvestre nativa e 3 espécies exóticas. Considerando os grandes grupos taxonômicos, a grande maioria dos animais é representada por répteis, sendo 87% destes jabutis. 202 aves não tiveram suas espécies identificadas bem como três carcaças de animais silvestres.


Neste período, 43 ações de combate ao tráfico de fauna decorreram no Distrito Federal e em 14 estados brasileiros. As ações mobilizaram 68 órgãos governamentais, totalizando R$ 522.820,00* em multas emitidas e a autuação de pelo menos 62* infratores.


AUTUANTES NAS APREENSÕES


Órgãos que atuaram em coordenação:


10º Batalhão de Polícia Militar (10º BPM) de Estrela de Alagoas - AL

Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (ROCAM) de Estrela de Alagoas - AL


Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) - AL

Serviço de Inteligência do Batalhão Ambiental Guarnição da Supervisão (P2)


Operação “Hórus” da Secretaria de Segurança Pública (SSP) - AM

Base Arpão atua de forma integrada com efetivos das:

Polícia Militar (PM) - AM

Polícia Civil (PC) - AM

Corpo de Bombeiros Militar - AM

Polícia Federal (PF) - AM

Força Nacional - AM

Secretaria de Operações Integradas (SEOPI) - AM

Ministério da Justiça e Segurança Pública - AM

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) - AM


Capitania dos Portos do Amapá (CPAP)

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) - AP

Agência Brasileira de Inteligência - AP


Batalhão de Polícia Militar Ambiental de Linhares-ES

COTAMA


Polícia Civil de Nova Venécia - ES

Polícia Militar (Força Tática) de Nova Venécia - ES

Polícia Militar (K9) de Nova Venécia - ES

2º Batalhão da Polícia Militar (SIPOM) - ES


Polícia Militar de Presidente Kennedy - ES

Polícia Civil de Presidente Kennedy - ES

Guarda Municipal de Presidente Kennedy - ES

Guarda Municipal de Marataízes - ES


Instituto Chico Mendes (ICMBio) - PA

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de Santarém - PA

Operação Rios Federais

1ª Companhia Independente de Policiamento Ambiental (1ª CipAmb)


Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de Belém - PA

Receita Federal de Belém – PA

Centro de Distribuição dos Correios de Belém – PA (Órgão não autuante, porém participante na identificação da atividade ilegal)


1º Batalhão de Polícia 6ª Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm) de Maricá - RJ

Polícia Rodoviária Federal (PRF) – RJ


Polícia Civil de Cerro Grande do Sul - RS

Brigada Militar de Cerro Grande do Sul - RS


Órgãos que atuaram de forma independente:


Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPA) de Arapiraca – AL

Polícia Militar (PM) de Livramento de Nossa Senhora - BA

Polícia Rodoviária Federal (PRF) - BA

Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) de Taguatinga Norte - DF

2ª Companhia do Batalhão de Polícia Militar Ambiental de Linhares – ES

3º Pelotão de Polícia Militar de Meio Ambiente (PMMA) de Luisburgo - MG

Secretaria Municipal do Meio ambiente (SEMMA) de Óbidos – PA

Batalhão de Polícia Ambiental (14°BPM) de Serra Talhada - PE

Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) de João Pessoa - PB

Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) de Cruz do Espírito Santo – PB

Guarda Municipal do Natal (GMN) – RN

Pelotão de Polícia Ambiental (PPAmb) de Umbaúba - SE

1ª Companhia do 3º Batalhão da Polícia Militar AMbiental (BPMA) de Peruibe – SP

Batalhão da Polícia Ambiental (BPAmb) de Itaquaquecetuba - SP

Guarda Civil de Mauá (GCM) - SP

Polícia Ambiental de Iguape - SP

Polícia Ambiental de Sorocaba - SP

Polícia Civil de Juquiá - SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) - SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Barra Bonita - SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Bauru - SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Franca - SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Juquiá - SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Nova Odessa - SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Praia Grande - SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Queiroz - SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de São Paulo - SP

Polícia Rodoviária Federal (PRF) – SP

Pelotão Ambiental da Brigada Militar (Patram) de Montenegro - RS

Polícia Rodoviária Federal (PRF) - RS


Para ver as notícias sobre o tráfico de fauna, divulgadas neste período, clique aqui.


O Observatório do Tráfico faz um levantamento das ações de combate à coleta, manutenção e comércio ilegal de fauna silvestre no Brasil. Seu objetivo é contribuir para a conscientização sobre esse grave problema e também mostrar o trabalho intenso e incansável de diferentes instituições de fiscalização e aplicação da lei.


Os dados recolhidos pelo Observatório do Tráfico são das ações que foram noticiadas pela mídia e/ou pelos sites oficiais das instituições que realizaram as autuações. É importante ressaltar que muitos animais comercializados ilegalmente não são detectados e apreendidos. Além disso, nem todas as ações de combate ao tráfico de fauna são noticiadas e, portanto, acabam não sendo incluídas na compilação do Observatório.


*Como algumas notícias não informam a quantidade exata de animais apreendida por cada espécie, nossa estratégia de análise dos dados é conservadora e consideramos o número mínimo de animais e espécies envolvidas nas ações reportadas. A mesma estratégia é adotada para o cálculo do número total de infratores e valor total de multas emitidas.


O Observatório do Tráfico é uma iniciativa que integra o Projeto InfoTrafi da Freeland Brasil

Conceito e Coordenação | Nadia Moraes-Barros

| Juliana Machado Ferreira

Base de Dados | Railane Abreu

Edição, Website e Mídias Sociais | Jana Monteiro

















32 visualizações0 comentário