PUBLICAÇÕES

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) é parceiro da Freeland-Brasil na capacitação DetectaTraf “Detecção do Tráfico Transfronteiriço de Espécies Silvestres”, iniciativa da Freeland-Brasil que acontece nos meses junho e julho neste ano de 2022 de forma online e ao vivo.


A Freeland conta com o apoio também do Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos Estados Unidos e do financiador o Gabinete de Assuntos Internacionais de Aplicação da Lei e Narcóticos (INL).


Ao todo são 312 agentes de diferentes entidades do Brasil e Argentina inscritos para o curso. O Ibama enviou 93 servidores como alunos e 3 como instrutores. Participam também servidores das instituições do Brasil Polícia Federal, Receita Federal e Polícia Rodoviária Federal e, da Argentina Ministerio de Seguridad.


O Objetivo é realizar uma capacitação ampla que aumente a conscientização de agentes de diferentes instituições governamentais sobre a relevância do tráfico de espécies silvestres, o modus operandi, ferramentas e formas para combater esse crime em colaboração com outras instituições. Os participantes poderão se inscrever para uma capacitação presencial para se formarem instrutores deste curso, podendo, assim, replicar a capacitação em suas instituições.


Leia a notícia completa em https://www.gov.br/ibama/pt-br/assuntos/noticias/2022/ibama-e-parceiro-em-capacitacao-internacional-sobre-trafico-de-animais-silvestres



21 visualizações0 comentário

A coluna da Freeland-Brasil no OEco destaca a oportunidade ímpar do Brasil em se posicionar junto à Comissão sobre Prevenção do Crime e Justiça Penal (CPCJP) da ONU para fortalecer o combate ao tráfico internacional de espécimes de fauna e flora.


No artigo, Juliana Machado Ferreira - Diretora Executiva da Freeland-Brasil e Nádia Moraes-Barros - Coordenadora de Ciências Biológicas da Freeland-Brasil trazem à luz uma discussão sobre uma proposta para fortalecer o arcabouço legal internacional para o combate ao tráfico internacional de espécies silvestres.


Juliana e Nadia apontam as limitações do arcabouço legal existente e chamam atenção para o documento recentemente apresentado por Angola, Peru e Quênia à Comissão sobre Prevenção do Crime e Justiça Penal (CPCJP) da ONU, no qual são delineadas estratégias de cooperação internacional para fortalecer os mecanismos legais no combate a este crime.


O apoio do Brasil a esta iniciativa constitui uma oportunidade ímpar de se posicionar, como país detentor da maior biodiversidade do planeta, no combate ao tráfico internacional de espécies silvestres.


Leia o artigo completo em https://oeco.org.br/colunas/o-mundo-contra-o-trafico-de-especies-silvestres-como-o-brasil-pode-ser-parte-ativa/


A coluna da Freeland-Brasil no site de notícias ambientais OEco aborda questões relativas ao tráfico de fauna silvestre.



37 visualizações0 comentário

A Freeland-Brasil, aliada à Ampara Silvestre, participou na organização e implementação de atividades de conscientização sobre a biodiversidade durante a edição de São Paulo do evento “Desafio da Natureza Urbana”. O Desafio da Natureza Urbana (City Nature Challenge - CNC) é um evento Global que pretende trazer a Natureza para perto do Cidadão ao motivar pessoas de todo o mundo a encontrarem e documentarem a vida selvagem em suas cidades.


A programação deste evento contou com workshops sobre a biodiversidade urbana na sede da UMAPAZ - Coordenação de Educação Ambiental e Cultura de Paz, Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cultura de Paz, onde a Freeland-Brasil, representada pelo Coordenador de Projetos Socioambientais - Leandro Bondar, discutiu com a sociedade, no dia 25 de Abril, como nossa relação com a fauna pode gerar demanda para o tráfico de animais silvestres. Já nas saídas de campo que acontecerem neste último sábado, dia 30 de Abril, a Freeland-Brasil coordenou uma visita guiada por Leandro e por Pedro Yamassaki (bolsista da equipe científica da Freeland-Brasil) ao Parque Chácara do Jockey cerca de 40 jovens do Jardim Ângela, que puderam observar, registrar e aprender sobre a importância da preservação da Biodiversidade.


A Freeland-Brasil, divisão brasileira da Freeland, agradece à Ampara Silvestre pelo convite a esta atividade tão desafiadora e ao mesmo tempo enriquecedora, e à Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente pela pela oportunidade de dialogar com a sociedade sobre a importância da conservação da biodiversidade.


Nota: Os jovens avistaram saguis e Leandro explicou a questão envolvendo invasão por espécies de saguis de outros locais, assim como da mistura (hibridização) entre espécies diferentes de saguis.
20 visualizações0 comentário