PUBLICAÇÕES


Entre os dias 25 de Janeiro e 07 de Fevereiro de 2021, as ações de combate ao tráfico de fauna, divulgadas na mídia, indicam que ao menos 619 animais foram alvo de caça ilegal. Deste total, 613 animais silvestres vivos foram apreendidos. O restante inclui carcaças, peles ou partes de animais. Foram também apreendidos 9.631 Kg de pescado ilegal. No total, foram identificadas pelo menos 40 espécies da fauna silvestre nativa, sendo a grande maioria representada por aves. De aves apreendidas, 360 não tiveram suas espécies identificadas.


Neste período, foram registradas 39 ocorrências, uma no Distrito Federal e o restante em 13 estados brasileiros. As ações mobilizaram 67 órgãos governamentais, totalizando R$ 256.726,48 em multas emitidas e a autuação de pelo menos 44 infratores.


AUTUANTES NAS APREENSÕES


Órgãos que atuaram em coordenação:


Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) - AL Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) - AL Instituto do Meio Ambiente (IMA) - AL


Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb) de Manaus - AM Polícia Militar (PM) do Amazonas


Secretaria de Segurança Pública (SSP) - AM

Base Arpão atua de forma integrada com efetivos das:

Polícia Militar (PM) - AM

Polícia Civil (PC) - AM

Corpo de Bombeiros Militar - AM

Polícia Federal (PF) - AM

Força Nacional, Secretaria de Operações Integradas (Seopi) - AM

Ministério da Justiça e Segurança Pública - AM

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) – AM


Ministério Público da Bahia (MP) - BA Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) - BA


Polícia Rodoviária Federal (PRF) - BA Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA) – BA


Policia Militar do Distrito Federal (PMDF) Batalhão de Policia Militar Ambiental (BPMA) de Brasilia - DF Grupo Tático Ambiental (GTA Bravo) de Brasilia - DF


Grupo Tático Ambiental (GTA) - DF Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) – DF


5ª Delgacia Regional de Pinheiro - MA Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) - MA Delegacias Regionais de Polícia Civil (PC) de Pinheiro, Cururupu, Zé Doca e Viana - MA Grupo de Operações Especiais (GOE) - MA Polícia Militar (PM) - MA Força Tática - MA Esquadrão Águia - PM


Polícia Militar (PM) - MG Polícia Militar do Meio Ambiente (PMMA) - MG Polícia Federal - MG Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) - MG


Polícia Militar do Paraná (PMPR) Polícia Militar Ambiental (PMA) de Grandes Rios - PR


Secretaria Municipal de Proteção de Defesa dos Animais (SMPDA) do Rio de Janeiro - RJ Policia Militar Ambiental (PMA) do Rio de Janeiro - RJ


3º Batalhão Ambiental da Brigada Militar (3ºBABM) de Caxias do Sul - RS Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma) – RS


Polícia Civil - RS Patrulha Ambiental (PATRAM) de Barra do Ribeiro - RS


Divisão de Crimes Ambientais da Polícia Civil de Tubarão - SC Instituto de Meio Ambiente (IMA) - SC


4º Batalhão de Polícia Ambiental de Catanduva - SP 30º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPMI) de Catanduva – SP


Polícia Civil (PC) de Lins - SP Polícia Militar (PM) de Lins - SP


Órgãos que atuaram de forma independente:

1º Pelotão Ambiental da Brigada Militar do Vale do Caí - RS

2° Batalhão de Polícia Ambiental (2° BPAmb) de Pompéia - SP

Polícia Civil (PC) de Diadema - SP

Polícia Civil (PC) de Joinville - SC

Polícia Civil (PC) de Salto - SP

Polícia Militar (PM) de Ipatinga – MG

Polícia Militar (PM) de Taperoá - BA

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Itanhaém – SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Itapetininga - SP

Polícia Militar (PM) de Ouro - SC

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Cachoeira Paulista - SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Riolândia – SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Rondonópolis - MT

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Três Lagoas - MS

Polícia Militar de Meio Ambiente (PMA) de Conselheiro da Pena - MG

Polícia Militar de Meio Ambiente de Ipatinga - MG

Polícia Rodoviária Federal (PRF) - BA

Polícia Rodoviária Federal (PRF) - ES

Polícia Rodoviária Federal (PRF) – AL

Polícia Rodoviária Federal (PRF) – MA

Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Tubarão - SC


Para ver as notícias sobre o tráfico de fauna divulgadas neste período, clique aqui.

O Observatório do Tráfico faz um levantamento das ações de combate à coleta, manutenção e comércio ilegal de fauna silvestre no Brasil. Seu objetivo é contribuir para a conscientização sobre esse grave problema e também mostrar o trabalho intenso e incansável de diferentes instituições de fiscalização e aplicação da lei.


Os dados recolhidos pelo Observatório do Tráfico são das ações que foram noticiadas pela mídia e/ou pelos sites oficiais das instituições que realizaram as autuações. Como muitas notícias não informam a quantidade de animais apreendida por cada espécie, nossa estratégia de análise dos dados é conservadora e consideramos o número mínimo de animais e espécies envolvidas nas ações reportadas. É importante ressaltar que muitos animais comercializados ilegalmente não são detectados e apreendidos. Além disso, nem todas as ações de combate ao tráfico de fauna são noticiadas e, portanto, acabam não sendo incluídas na compilação do Observatório.

O Observatório do Tráfico é uma iniciativa que integra o Projeto InfoTrafi da Freeland Brasil..

Conceito e Coordenação | Nadia Moraes-Barros

| Juliana Machado Ferreira

Base de Dados | Railane Abreu

Edição, Wesbite e Mídias Sociais | Jana Monteiro

53 visualizações0 comentário

Entre os dias 11 e 24 de Janeiro de 2021, as ações de combate ao tráfico de fauna divulgadas na mídia indicam que ao menos 771 animais foram alvo de caça e pesca ilegais. Deste total, 748 animais silvestres vivos foram apreendidos, entre eles uma grande quantidade de invertebrados, incluindo artrópodes como aranhas, piolhos-de-cobra e diversos insetos. O restante inclui carcaças ou partes de animais. Foram também apreendidos ovos de passeriformes e 670 Kg de pescado ilegal. No total, foram identificadas pelo menos 64 espécies da fauna silvestre nativa. Dentre as aves apreendidas, 240 não tiveram suas espécies identificadas.


Neste período, foram registradas 42 ocorrências, uma no Distrito Federal e o restante em 15 estados brasileiros. As ações mobilizaram 64 órgãos governamentais, totalizando R$150.925,76 em multas emitidas e a autuação de pelo menos 55 infratores.


AUTUANTES NAS APREENSÕES


Órgãos que atuaram em coordenação:


Polícia Civil (PC) - AM

Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Eirunepé - AM

Secretaria de Meio Ambiente do município de Eirunepé – AM


Secretaria de Segurança Pública (SSP) - AM

Base Arpão atua de forma integrada com efetivos das:

Polícia Militar (PM) - AM

Polícia Civil (PC) - AM

Corpo de Bombeiros Militar - AM

Polícia Federal (PF) - AM

Força Nacional, Secretaria de Operações Integradas (Seopi) - AM

Ministério da Justiça e Segurança Pública - AM

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) – AM


6° Batalhão da Polícia Militar (PM) de Macapá - AP

Centro Integrado de Operações e Defesa Social (Ciodes)


Polícia de Riachão do Jacuípe - BA

Secretaria de Meio Ambiente do município de Riachão do Jacuípe - BA

Delegacia Territorial (DT) do município de Riachão do Jacuípe – BA


Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) - DF

Grupo Tático Ambiental (GTA) – DF


Polícia Militar (PM) de Carmo do Paranaíba - MG

Polícia Militar do Meio Ambiente (PMMA) de Carmo do Paranaíba – MG


Polícia Militar (PM) - PA

19º Batalhão de PM (19º BPM) de Paragominas - PA

Delegacia de Polícia Civil de Paragominas – PA


81ª DP (Itaipu) da Polícia Civil - RJ

Instituto Estadual do Ambiente (Inea) - RJ


Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) - SP

Receita Federal do Brasil (RFB) - SP


Polícia Militar (PM) de Arujá - SP

5ª Companhia do 1º Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb) de Arujá - SP

Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) – SP


Patrulhamento Ambiental da Guarda Civil Municipal (GCM) de Guarulhos - SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Guarulhos – SP


Polícia Rodoviária Federal (PRF) - SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Vargem – SP


Órgãos que atuaram de forma independente:


3ª Companhia de Polícia Ambiental (3ª CPAmb) de São José do Sabugi – PB

4ª Companhia do 7º Batalhão da Polícia Militar (PM) – PI

4º Batalhão de Polícia Ambiental (4º BPAmb) de Santa Adélia – SP

8º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Campos dos Goytacazes – RJ

Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) de Ceilândia – DF - Grupamento de Operações no Cerrado – DF

Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) de João Pessoa – PB

Batalhão de Polícia Militar Rodoviário e Divisas (BPMRED) de Dianópolis – TO

Instituto Estadual do Ambiente (INEA) – RJ - Parque Estadual do Desengano – RJ

Polícia Civil (PC) de Duas Barras – RJ

Polícia Civil (PC) de Joinville – SC - Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Joinville – SC

Polícia Civil de Inhumas – GO

Polícia de São Miguel Arcanjo – SP – entidade autuante, porém não mencionada na notícia

Polícia Florestal de Miracatu – SP

Polícia Militar (PM) de Caraí – MG

Polícia Militar (PM) de Denise – MT

Polícia Militar (PM) de Ipatinga – MG

Polícia Militar (PM) de João Pessoa – PB

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Araçatuba – SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Curitibanos – SC

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Dracena – SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Presidente Epitácio – SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Rancharia – SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de São Roque – SP

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Teodoro Sampaio – SP

Polícia Militar Ambiental do Paraná (PMA) – PR

Polícia Militar de Campina Grande – PB - 2ª Companhia Especializada em Policiamento com Motocicletas (2ª CEPMotos) de Campina Grande – PB

Polícia Militar de Meio Ambiente (PMMA) de Patos de Minas – MG

Polícia Rodoviária Federal (PRF) – AL

Polícia Rodoviária Federal (PRF) – SC


Para ver as notícias sobre o tráfico de fauna divulgadas neste período, clique aqui.


O Observatório do Tráfico faz um levantamento das ações de combate à coleta, manutenção e comércio ilegal de fauna silvestre no Brasil. Seu objetivo é contribuir para a conscientização sobre esse grave problema e também mostrar o trabalho intenso e incansável de diferentes instituições de fiscalização e aplicação da lei.

Os dados recolhidos pelo Observatório do Tráfico são das ações que foram noticiadas pela mídia e/ou pelos sites oficiais das instituições que realizaram as autuações. Como muitas notícias não informam a quantidade de animais apreendida por cada espécie, nossa estratégia de análise dos dados é conservadora e consideramos o número mínimo de animais e espécies envolvidas nas ações reportadas. É importante ressaltar que muitos animais comercializados ilegalmente não são detectados e apreendidos. Além disso, nem todas as ações de combate ao tráfico de fauna são noticiadas e, portanto, acabam não sendo incluídas na compilação do Observatório.


O Observatório do Tráfico é uma iniciativa que integra o Projeto InfoTrafi da Freeland Brasil..


Conceito e Coordenação | Nadia Moraes-Barros

| Juliana Machado Ferreira

Base de Dados | Railane Abreu

Edição, Wesbite e Mídias Sociais | Jana Monteiro

33 visualizações0 comentário


Entre os dias 28 de Dezembro de 2020 e 10 de Janeiro de 2021, as ações de combate ao tráfico de fauna divulgadas na mídia indicam que ao menos 342 animais foram alvo de caça ilegal. Deste total, 337 animais vivos foram apreendidos sendo o restante representado por carcaças ou peles, incluindo um tapete de onça-pintada, espécie ameaçada de extinção. Foram também apreendidos 1500 Kg de pescado ilegal. No total, foram identificadas pelo menos 26 espécies da fauna silvestre nativa e 4 espécies silvestres exóticas. Dentre as aves apreendidas, 170 não tiveram suas espécies identificadas.



Neste período, foram registradas 15 ocorrências, uma no Distrito Federal e o restante em 9 estados brasileiros. As ações mobilizaram 22 órgãos governamentais, totalizando R$ 51.406,80 em multas emitidas.


AUTUANTES NAS APREENSÕES

Órgãos que atuaram em coordenação:


Comando de Policiamento Ambiental (CPAmb) de Manaus - AM

Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb) de Manaus – AM


Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) - AL

Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA) - AL

Polícia Militar Ambiental (PMA) – AL


Polícia Militar Ambiental (PMA) de São José do Rio Preto - SP

Divisão Especializada em Investigações Criminais (Deic) de São José do Rio Preto – SP


Polícia Militar de Meio Ambiente (PMMA) de Ituiutaba - MG

Polícia Militar (PM) de Ituiutaba – MG


Polícia Federal (PF) - RS

Receita Federal – RS


Órgãos que atuaram de forma independente:


Batalhão Ambiental da Polícia Militar (BPMA) de Várzea Grande - MT

Batalhão de Polícia Ambiental Força-Verde (BPAmb-FV) – PR

Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) de Ceilândia – DF

Força Tática de Valença do Piauí – PI

Guarda Municipal de Americana (Gama) – SP

Guarda Municipal de Volta Redonda – RJ

Polícia Militar (PM) de Guarani – MG

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Apucarana – PR

Polícia Militar Ambiental (PMA) de Itanhaém – SP

Polícia Militar de Meio Ambiente (PMMA) de Caratinga – MG

Instituto Estadual do Ambiente (INEA) - RJ


Para ver as notícias sobre o tráfico de fauna divulgadas neste período, clique aqui.


O Observatório do Tráfico faz um levantamento das ações de combate à coleta, manutenção e comércio ilegal de fauna silvestre no Brasil. Seu objetivo é contribuir para a conscientização sobre esse grave problema e também mostrar o trabalho intenso e incansável de diferentes instituições de fiscalização e aplicação da lei.


Os dados recolhidos pelo Observatório do Tráfico são das ações que foram noticiadas pela mídia e/ou pelos sites oficiais das instituições que realizaram as autuações. Como muitas notícias não informam a quantidade de animais apreendida por cada espécie, nossa estratégia de análise dos dados é conservadora e consideramos o número mínimo de animais e espécies envolvidas nas ações reportadas. É importante ressaltar que muitos animais comercializados ilegalmente não são detectados e apreendidos. Além disso, nem todas as ações de combate ao tráfico de fauna são noticiadas e, portanto, acabam não sendo incluídas na compilação do Observatório.


O Observatório do Tráfico é uma iniciativa que integra o Projeto InfoTrafi da Freeland Brasil..


Conceito e Coordenação | Nadia Moraes-Barros

| Juliana Machado Ferreira

Base de Dados | Railane Abreu

Edição, Wesbite e Mídias Sociais | Jana Monteiro



28 visualizações0 comentário

por um mundo livre do tráfico de espécies silvestres.

SIGA-NOS

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • LinkedIn - Black Circle

Freeland Brasil

Rua Cerro Corá, 550 - sala 19 | Alto da Lapa | Sao Paulo, SP

@2020 | Todos os diretos reservados.